Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Falsa equivalência e conspiracionismo levados à outro nível (Opinião)

Carl Sagan (2016, p. 242) em seu livro clássico O Mundo Assombrado pelos demônios lembra que
Devemos tentar não ficar demasiado ligados a uma hipótese, só por ser a nossa. É apenas uma estação intermediária na busca do conhecimento. Devemos nos perguntar o por que a ideia nos agrada. Devemos compará-la imparcialmente com as alternativas.
Bem sabemos o quão difícil é ser “imparcial”, temos sempre um lugar social que nos fornece um determinado campo de visão que pode afetar nossa visão, porém, é importante que tentemos, na medida do possível, analisarmos os arcabouços epistemológicos que formam as argumentações alheias, afinal argumentos não são coisas que se formam no ar, eles se constituem no nosso contato com o mundo material exterior a nós, com a sociedade que nos rodeia, com a natureza, tudo isso através da linguagem. Uma argumentação que se sustenta sobre a retórica tem nome: Sofisma. Karl Marx (2008, p. 43) realça a dialética que constitui nossa visão: “as circunstâncias fazem os h…

Últimas postagens

OUÇA O CANTO DO BEM-TE-VI

Já vai tarde: o triste fim do PT

O que leva pessoas sãs a votarem em uma anta?

Uma conversa sobre um assalto de estrada

ACOMPANHE-ME

INSISTO EM ABRIR SEUS OLHOS PARA NÃO PAGAR POR SUA BURRICE