Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

QUANTO MAIS PALAVRAS MENOS CÉREBRO

- Seria possível falar sem cérebro? - Justamente as pessoas que mais falam são as com “menos” cérebro.
Em português:

Esta manhã da primeira quinta-feira da segunda quinzena de setembro de 2018 está nublada. A médica que me atendera dois meses atrás receitou remédio para dormir e outro, pela manhã, para animar-me. Cinco ou seis horas depois do medicamento noturno, desperto. E hoje, apesar de longe do calor, a manhã não chega a ser fria. Sem vontade de ficar em casa faço Benito sair. Sem rumo, só para vermos as nuvens e o sol brincando de esconde-esconde. Saí só para ficar só. Em uma pracinha de um bairro próximo, Benito senta, olha o céu, admira as flores das árvores, pega um livro e lê: En el mundo de los libros de lectura, el pobre es un fenómeno natural como la lluvia o el viento. Existe por sí, como los castores y los pingüinos. Es una raza. No tiene orígenes, no tiene causas. No…¹ - Ah! Oi, Benito! Estava mesmo querendo te encontrar para conversar sobre o que você andou dizendo sobr…

Últimas postagens

MATO NÃO MATA

A MORTE HÁ

A ARTE É MINHA ARMA

Eleição 2018: Plano de Governo Alckmin, mais do mesmo

A DESEJADA II