sábado, 20 de agosto de 2016

O tempo do relógio é o tempo da espera...

Havia tristeza na alegria das primeiras flores - Guido Mondin

























Vejo em teus olhos, teus olhos sumidos,
Teus olhos comidos pela carne, teus
Olhos enterrados em sua fronte... famigerados
Pelo teu choro, a sandice de teu peito,
A loucura de tua boca, o desmazelo de
Tuas juras, a balbúrdia do teu coração.

Vejo teu encanto e com ele me encanto
E com ele a vontade de me ter em teu canto
E cantar tuas juras e me misturar a tuas
Suplicas e amar cada um de teus planos...

E com a visão paraliso o relógio, esvaio
Com o tempo... com o tempo que não
Nos pertence. Eis que ele nos separa,
Engole-nos, amordaça-nos... somos
Do amor escravos do tempo.
  
Esquecer-te-ei, então, ao sabor do tempo,
Ao sabor das águas de Heráclito, em
Desfavor a Clio... E vai se esvaindo o relógio...
Afoga-se nas lavas que é o desencanto, o meu
Tempo.

Azêmola! Enganado pelo tempo, pelo encanto,
Pelos cheiros, pelas rosas, pelo próprio olho...
Mouco! Escravo do tempo que rouba os ouvidos,
Que plissa a testa que afunda os pensamentos...

Fim... odisseia de encontro em ti. E novamente
Perdido em mim... perdido em uma gota de amor.
Maldita seja a história! Maldita seja a paixão.

“Onde estão tuas mãos?” Preciso...
Como estou a te amar... Escravo do tempo,
Do relógio que não para... das verdades
Que carrego, de destinos já escritos...
Amor. 


Josué da Silva Brito

Escritor, paracatuense, acadêmico de medicina e militante dos direitos humanos. Tem seis livros publicados.
Escreve ao Ad Substantiam semanalmente aos sábados.
Contato: josuedasilvabrito1998@gmail.com

7 comentários:

  1. Boa noite, Josué. Suspirei tamanha beleza e sensibilidade dessa poesia!
    Como o encontro do amor, por vezes, é muito difícil.
    A cronologia nos afasta de quem amamos e essa dor é atroz,profunda, gritante!
    Não seja maldita a paixão, a bendiga porque gera vida,faz florescer,ainda que os espinhos sejam evidentes.
    Comentar tua obra é um desafio de introspecção.
    Parabéns.
    Tenha um excelente final de semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, minha amiga! Sempre com belíssimas e adoráveis palavras! Um grande beijo!

      Excluir
  2. Muito bom. Lembrou-me também Cora Coralina e Cecília Meireles. Mas não por ter-me lembrado delas que o poema é bom. Gostei dele por ele mesmo.

    ResponderExcluir
  3. nossa!! que poesia linda!!! amo muito poesias.
    irei sempre voltar aqui.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estaremos sempre te esperando de braços abertos! Seja bem-vinda no nosso espaço!

      Excluir
  4. boa noite amigo, lindisssimo poema , adorei, parabéns,
    São lindos jogos de palavras, seja bem vindo neste espaço!

    ResponderExcluir